viernes, 21 de febrero de 2014

Novo modelo: pelo menos 2 jogos em canal aberto!

24 clubes, 2 fases, 44 jogos, mais dérbis, mais jogos grandes, mais adeptos, mais dinheiro... Eu sei que se trataria de uma mudança radical, mas a ideia tem demasiadas vantagens para não merecer destaque. O que ainda não analisamos ao pormenor foi a possibilidade de passarem muito mais jogos em canal aberto do que está previsto para a próxima época sem que o canal/os canais de televisão tenham de pagar uma quantia exorbitante.

Como é sabido, o último contrato entre a Olivedesportos e um canal aberto para a venda de um jogo por semana da Primeira Liga foi conseguido por uma verba a rondar os 8 milhões na época 2010-2011. Durante essa temporada, passaram 30 jogos distribuídos pelo FCPorto, Benfica e Sporting (10 jogos cada). A Sport TV transmitia normalmente 5 jogos por semana e um deles passava na TVI, estação que chegou a acordo com a empresa de Joaquim Oliveira. Cerca de um quinto dos jogos com transmissão televisiva (um pouco menos até) passou em canal aberto.

Como funcionaria esta questão com o modelo proposto pelo Barboville Blog? Segundo a lei imposta pelo ministro Poiares Maduro, terá que haver pelo menos um jogo por semana de um dos 5 grandes (as 5 melhores equipas nos últimos 5 anos). Ou seja, FCPorto, Benfica, Sporting, Braga e Guimarães teriam que ter o mesmo número de jogos transmitidos em sinal aberto.

Para que esta situação ocorra de forma equitativa, teremos de escolher um número de semanas que esteja próximo de um espaço de tempo de 10 meses e que seja divisível por 5. O cenário mais provável é cerca de 40 semanas. 40 jogos significaria 8 jogos transmitidos por clube por época, o que estaria muito próximo do que sucedeu em 2010-2011 por exemplo. Embora haja mais 10 jogos, é provável que as audiências não sejam tão altas como se obteve naquela temporada, porque há menos 6 jogos dos 3 grandes e os adversários seriam ligeiramente mais fracos. Isto significa que o preço desses 40 jogos seria provavelmente muito inferior aos 8 milhões.

Portanto, é provável que, por excesso de jogos na Sport TV, é provável que sejam transmitidos em canal aberto no mínimo 2 jogos. Obviamente que não é obrigatório que sejam transmitidos todos no mesmo canal. Neste caso, teríamos 80 jogos dos 5 grandes, o que daria 16 jogos transmitidos por clube numa época desportiva. Vamos supor que a verba acordada entre as estações abertas e a Olivedesportos ronda os 5-6 milhões de euros por conjunto de 40 jogos. O encaixe da Olivedesportos seria de 10 a 12 milhões de euros só pela cedência dos direitos desses jogos a dois canais abertos.

Para concluir, creio que todos ficariam a ganhar: os canais abertos, os adeptos, os clubes e a Olivedesportos.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Arquívo