lunes, 7 de julio de 2014

Alargamento para 24 clubes sem 2 fases e ninguém desce?


Há coisas realmente incríveis... A Segunda Liga tinha tudo para ser uma competição de grande interesse com o modelo com duas fases, onde iriam haver muitos dérbis, viagens curtas e mais receitas de bilheteira. No entanto, recentemente a Liga decidiu ter mais uma decisão desastrosa: alargou para 24 clubes, manteve o modelo habitual e pior do que isso... ninguém desceu!


O Atlético Clube de Portugal ficou em último lugar na época passada, mas não desceu porque foi repescado à última hora. Não faria muito mais sentido repescar o Benfica de Castelo Branco que foi o quarto melhor clube do Campeonato Nacional de Seniores, uma competição nacional com 80 clubes? Que competitividade e credibilidade garante o segundo escalão do futebol português se existe a hipótese de ninguém descer?

O alargamento para 24 clubes era obviamente positivo, mas apenas no caso de haver zona norte e zona sul é que este modelo se tornaria interessante em termos económicos e competitivos. No entanto, existem muitos interesses nesta organização liderada por Mário Figueiredo. Recorde-se que o Futebol Clube do Porto não participou na votação para a entrada em vigor do modelo com duas fases. Para quando a demissão do presidente da Liga?

Como seria a Segunda Liga com algum bom senso?

Zona Norte: Beira-Mar, Aves, Chaves, Freamunde, Leixões, Feirense, Académico, Oliveirense, FCPorto, Braga, Trofense e Guimarães
Zona Sul: Farense, União da Madeira, Covilhã, Santa Clara, Benfica Castelo Branco!, Olhanense, Oriental, Benfica, Sporting, Marítimo e Tondela

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Arquívo