jueves, 10 de julio de 2014

Espera-se uma Liga Portuguesa mais forte do que nunca! (Parte I: os clubes mais fortes)


Ao contrário do que se costuma comentar, a principal escalão do futebol português é extremamente competitivo. No ano passado, tivemos o "europeu" Paços de Ferreira perto da descida, o "quarto grande" Sporting de Braga acabou em nono lugar e o Vitória de Guimarães em décimo.


Se olharmos para o ano passado, vemos que o primeiro classificado tem uma média inferior a 2 golos marcados por jogo e uma média de exatamente 0,6 golos sofridos por jogo. O último, por sua vez, obteve uma média de 0,7 golos marcados por jogo, enquanto que a média de golos sofridos está longe dos 2 golos por jogo.

Este ano, é previsível que o campeonato seja ainda mais equilibrado. O Benfica e o FCPorto são os habituais favoritos, embora acreditemos que o Benfica poderá ter um início de temporada complicado devido às várias saídas de jogadores determinantes e também devido aos "mundialistas". Os azuis e brancos dificilmente farão uma temporada pior do que a do ano passado, estão a reforçar-se com qualidade e são sérios candidatos ao título. Estas duas equipas dispensam apresentações.

Para o Sporting Clube de Portugal, este ano poderá ser a época da confirmação. O facto de na época transata não estar presente nas provas da UEFA facilitou a preparação dos jogos nacionais e isso foi uma vantagem em relação aos rivais. Em 2014-2015, Bruno de Carvalho já assumiu a candidatura ao título numa altura em que o clube sabe que poderá realizar mais 21 jogos do que na época passada. Ainda não é certa a continuidade de jogadores importantes como Rojo, de William e de Slimani, mas o clube já se precaveu com reforços de peso como principalmente Paulo Oliveira e Rosell. Tanaka e Shikabala são experientes e internacionais, mas não sabemos se poderão ser protagonistas dada a elevada concorrência no plantel. De resto, é notório que o plantel está a ser preparado para melhorar os próximos anos e com espaço para jogadores da formação.

Cuidado com o Sporting Clube de Braga! O treinador é Sérgio Conceição, o clube reforçou-se com vários jovens com enorme potencial e garantiu a maioria das peças fundamentais do plantel do ano passado. O plantel vai contar com algumas contratações sonantes que têm todas as condições para entrar no onze base: Matheus, Wallace, Marcelo e Tiago Gomes. Quanto ao resto, as escolhas principais recairão essencialmente nos jogadores do plantel da época passada.

O Estoril Praia é orientado pelo experientíssimo José Couceiro. O clube manteve o plantel quase todo, tendo as principais perdas terem sido Gonçalo Santos e Evandro. Contam para esta temporada com os reforços sonantes Anderson (ex-Leixões) e Tozé (Ex-FCPorto) que provavelmente colmatarão diretamente as duas saídas já referidas.

O artigo está incompleto. Foi uma opção nossa elaborar o texto em duas partes para não aborrecer o leitor com um só texto. Amanhã disponibilizaremos a segunda parte com destaque para a análise do Vitória de Setúbal, do Guimarães, do Nacional, entre outros.

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Arquívo