jueves, 18 de junio de 2015

Os portugueses mandam nas ligas europeias



O treinador português está na moda, mais cotado do que nunca no futebol mundial. Na Europa, este facto é cada vez mais evidente. Em 2015, tivemos 5 treinadores lusos campeões na Europa. Na próxima época, poderão ser mais.

José Mourinho, André Villas-Boas, Jorge Jesus, Paulo Sousa e Vítor Pereira são os treinadores portugueses que conquistaram o título em Inglaterra, Rússia, Portugal, Suíça e Grécia, respetivamente. Leonardo Jardim ficou em terceiro em França e Nuno Espírito Santo foi quarto em Espanha.

A próxima época promete ser ainda melhor.
Bruno Ribeiro assinou pelo Ludogorets, tetracampeão búlgaro. Paulo Sousa será treinador da Fiorentina, onde terá condições para construir um plantel de qualidade. Vítor Pereira transferiu-se do Olympiakos para o Fenerbahçe, onde terá de lutar com o fortíssimo Galatasaray pelo título turco. No Chipre, Domingos Paciência treinará o APOEL e o Pedro Emanuel o Apollon Limassol.

Mais ambientado ao futebol espanhol, Nuno terá um plantel ainda mais forte na próxima época e poderá beneficiar de um Real Madrid e Barcelona mais frágeis por diversos motivos. Parecida é a situação de Leonardo Jardim no Mónaco, onde poderá ter mais hipóteses de chegar ao título.

Mourinho e Villas-Boas continuarão nos mesmos países, onde são favoritos a conquistar os respetivos campeonatos. Jorge Jesus muda-se para o Sporting que procura sagrar-se campeão nacional 14 anos depois.

No futebol, nada é garantido, mas vamos a probabilidades e favoritismos. José Mourinho, André Villas-Boas, Pedro Ribeiro e Domingos Paciência (ou Pedro Emanuel) são favoritos claros. Vítor Pereira terá a forte concorrência do Galatasaray na Turquia, mas terá certamente uma palavra a dizer. O mesmo se passa com Jorge Jesus em Portugal, onde o campeão só não é luso se o título for do FC Porto, e, em França, com Leonardo Jardim. Quanto a Paulo Sousa e Nuno Espírito Santo, as possibilidades de a Fiorentina e o Valência conquistarem os títulos italiano e espanhol são muito reduzidas, pelo que qualquer um dos dois cenários seria surpreendente.

Portanto, é muito provável que, em Inglaterra, Rússia, Bulgária e Chipre, seja português. A confirmar-se a ida de Marco Silva para o Olympiakos, é mais um a juntar a este lote de prováveis vencedores. Veremos o que farão Leonardo Jardim e Vítor Pereira que têm também boas hipóteses de chegar ao título. Além dos 4 referidos, hipóteses reais são Grécia, Turquia e França, o que daria 7 campeões. 

1 comentario:

  1. António Gonçalves30 de junio de 2015, 22:44

    A qualidade dos treinadores portugueses é indiscutível. Aliás, este ano tivemos várias provas disso ;)

    ResponderEliminar

Arquívo