martes, 19 de enero de 2016

Proposta para alteração dos critérios para a Bola de Ouro

Globo Esporte

Lionel Messi é o mais recente vencedor da FIFA Ballon d'Or 2015 (Bola de Ouro). Como se sabe, este prémio é individual e o astro argentino conseguiu levantar novamente este prémio sem ter conseguido ser, por exemplo, o melhor marcador de nenhuma das competições em que esteve envolvido no último ano civil. Os critérios e o processo de votação da FIFA já motivaram vários escândalos na última década. Por isso, o Barboville Blog apresenta através do presente artigo uma proposta que diminiu o grau de subjetividade e dá mais importância à parte objetiva.

Golos 
  • Champions League x 5 
  • Copa Libertadores x 5 
  • Mundial ou Euro x 5 
  • Liga do top-5 do Ranking da UEFA x 5 
  • Brasil x 5 
  • Argentina x 3 
  • MLS x 3 
  • Liga entre 6-10 do Ranking da UEFA x 3 
  • Liga Europa x 3 
  • Outras Ligas x 1 
  • Fase qualificação Seleções x 1 
Percentagem de golos na respetiva equipa: 10-20% (20 pontos), 20-40% (50 pontos), 40-70% (100 pontos) e mais 70% (200 pontos) 

Especial GR (clean sheet): a partir de 10 jogos dá 100 pontos, a partir daí cada jogo sem sofrer golos dá 100 pontos 

Asistências 
  • Champions League x 3 
  • Copa Libertadores x 3 
  • Mundial ou Euro x 3 
  • Liga do top-5 do Ranking da UEFA x 3 
  • Brasil x 3 
  • Argentina x 1 
  • MLS x 1 
  • Liga entre 6-10 Europa x 1 
  • Liga Europa x 1 
  • Outras Ligas x 0,5 
  • Fase qualificação Seleções x 0,5 
Votação Online para todos: atleta com maior número de votos obtém 500 pontos, outros obtêm uma pontuação consoante a percentagem a menos conseguida em relação ao mais votado 

Votação de selecionadores e capitães: cada um escolhe 3 atletas: 3 pontos atribuídos ao primeiro, 2 ao segundo e um ao terceiro

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Arquívo